Polenta:
A Polenta foi vista na época pela acadêmica Bruna se arrastando pela avenida Rio Brando, ela tinha sido atropelada,Bruna ficou comovida e recebeu ajuda também de um médico que estava caminhando pela avenida, os dois resgataram Polenta e a levaram para uma clínica veterinária, onde recebeu todo cuidado e foi constatado pelo veterinário que Polenta não andaria mais.A cadeira de rodas foi doada pelo Dr Leandro, Polenta também recebeu ajuda de um grupo de acadêmicos.
Giselle ficou sabendo de uma campanha para adotar Polenta, foi amor a primeira vista.
Hoje Polenta tem um novo lar, cheio de amor e cuidados.

Eu Polenta agradeço primeiramente a Bruna e o Dr Leandro que me resgataram, meus amiguinhos que formaram em Direito, a Valéria que procurou um lar para mim e minha mãe Giselle que me recebeu com muito amor.

Bolinha:
Dia 03/10/2017 recebi pedido de ajuda, Bolinha foi atropelado.Teve que amputar e colocar um pino numa perninha e ficou numa situação delicada, sua recuperação durou 4 mêses.Nesse periodo a tutora de Bolinha ficou na dúvida se poderia continuar cuidando dele, pois exigia muitos cuidados e carinho.Colocamos bolinha para Adoçõa, mais ninguém mostrou interesse.
Eu, Valéria o adotei. Hoje Bolinha se adaptou em andar só uma das patas, é saudável e muito esperto. É o xodó da casa.

 

Bethoven
Adotamos o Bethoven em Janeiro através da Valéria, ele morava em Albuquerque, Bethoven segundo o antigo tutor,
ficava na rua e acabou brigando com outros cachorroes levando-o a peder o olhinho esquerdo.
Vendo a situação do Bethoven o tutor achou por bem doa-lo, pois ele necessitaria de cuidados especiais.
Bethoven foi adotado pela Giovanna, há 5meses com muito amor e carinho
VOLTAR PÁGINA INICIAL