Bombeiro de Corumbá integra equipe de busca e resgate com cães no RS

Bombeiro de Corumbá integra equipe de busca e resgate com cães no RS

Compartilhe este conteúdo:

 

Diário Corumbaense

Primeiro bombeiro militar de Corumbá a atuar na tragédia climática que atinge o Rio Grande do Sul, o soldado Humberto Nunes, lotado no 3° Grupamento de Bombeiros Militar, participa do trabalho de resgate e salvamento de vítimas de deslizamentos de terras. Ele compõe a equipe de busca e resgate com cães, que é de Campo Grande, junto com a soldado Jéssica Lopes e o sargento Thiago Kalunga.

Os três estão há cerca de dois dias na região de Roca Sales, junto com a  cadela farejadora de busca e resgate Laika, da raça pastor holandês. Eles atuam numa região de serra e de difícil acesso. 

“A área foi bastante afetada pelas inundações. Além disso, a região em que estamos atuando é de serra, então, consequentemente, houve também os deslizamentos de terra. Muitas estradas de acesso para as cidades afetadas estão bloqueadas, mas as equipes de buscas continuam empenhadas e acompanhando as condições seguras para atuarem nessas áreas”, falou o soldado Humberto ao Diário Corumbaense.

Família desaparecida

A equipe busca por uma família de seis pessoas que desapareceram após os deslizamentos. Ele conta que, na quarta-feira (15), foram necessários cerca de 02h30 de viagem por uma estrada de acesso alternativa para chegar ao local, a 30 km da base militar.

“A demora na viagem foi devido à queda de uma ponte que dava acesso rápido ao local onde estamos operando. Então, tivemos que fazer o contorno por outra estrada”, explicou o soldado corumbaense, frisando que as chuvas continuam. “Com isso, há aumento do risco de deslizamento”, completou.

Como é uma região de serra, o sedimento da parte de cima acabou descendo e atingiu a residência onde moravam as seis pessoas.

“Há uma possível chance de estarem soterrados. Não há uma certeza ainda, porque, devido às condições do tempo, não conseguimos investir mais nas buscas. Fizemos o que foi permitido no primeiro dia de acesso junto com as outras equipes de cães dos outros estados”, pontuou.

Trabalho com cães

O trabalho com os cães é realizado em conjunto com o Corpo de Bombeiros de diversos estados.

“Nessa região de Roca Sales, devido à grande quantidade de matéria deslocada, o trabalho se torna difícil. A área de deslizamento tem aproximadamente 1 km, então é bastante extensa. Os maquinários pesados estão abrindo acesso para poder chegar ao local e apoiar nas escavações. Com o apoio dos cães, que é fundamental numa situação como essa, a ajuda se torna necessária e eficaz. O trabalho prossegue”, mencionou Humberto.

Retorno da primeira equipe

Na quinta-feira (16), retornou a Campo Grande a primeira equipe de bombeiros de Mato Grosso do Sul enviada para ajudar no atendimento às vítimas. Desde a chegada à cidade de São Leopoldo, onde estavam, os militares fizeram 613 salvamentos e outras 512 ações humanitárias.

Outras duas equipes dos bombeiros de MS permanecem no Estado gaúcho, assim como um helicóptero da Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) usado por policiais militares, que já fizeram 114 resgates de pessoas e animais, além do transporte de marmitas (1.350), outros alimentos (1.750 kg), garrafas de água (2.050), cobertores e medicamentos.

Doações

No início da semana, 15 mil cobertores doados para o Estado gaúcho saíram de Campo Grande em voos comerciais. Todo o trabalho de transporte foi organizado pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil Estadual.

A população também pode ajudar as vítimas com doações de alimentos não perecíveis, produtos de higiene e de limpeza, água mineral, roupas de cama e banho em bom estado. As escolas da Rede Estadual e unidades das forças de segurança de Mato Grosso do Sul, como Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, os campi da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), estão recebendo doações.  

Imagem da Galeria Humberto é o primeiro bombeiro militar de Corumbá a integrar equipes de resgate e salvamento no RS
Imagem da Galeria Humberto é o primeiro bombeiro militar de Corumbá a integrar equipes de resgate e salvamento no RS
Compartilhe este conteúdo: