Decreto vai definir carga horária para servidores da rede de urgência e emergência de Corumbá

Decreto vai definir carga horária para servidores da rede de urgência e emergência de Corumbá

Compartilhe este conteúdo:

Em reunião com servidores do Pronto-Socorro, UPA e SAMU, o prefeito Marcelo Iunes definiu as bases do decreto que vai estabelecer carga horária de 30 horas semanais para servidores que atuam na área de urgência e emergência do Município. A secretária-adjunta de Saúde, Andreia Nogueira dos Reis Fernandes, participou da reunião realizada nesta sexta-feira, 17 de maio.

“Vamos publicar um decreto, na semana que vem, para valer a partir do dia 1° de junho”, antecipou o prefeito de Corumbá. A normativa vai estabelecer 30 horas semanais para todos os servidores que trabalham na rede de urgência e emergência; Pronto-Socorro; UPA e SAMU. Iunes ressaltou que a Secretaria Municipal de Saúde dispõe de um estudo técnico sobre o tema.

Participando da reunião, o vereador e líder de governo, Allex Dellas, destacou a importância da iniciativa. “O decreto vai atender uma demanda antiga, que é a redução para trinta horas, principalmente, para aqueles que atuam na rede de urgência e emergência”, disse. O parlamentar informou que tramita no Congresso Nacional uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para que a carga de 30 horas seja no sentido amplo, para toda enfermagem, independente se é da rede de urgência e emergência. As informações são da Ascom PMC.

Foto: Renê Marcio Carneiro/PMC

Compartilhe este conteúdo: